Eu queria ter um orientando assim #Filmow

QueriaTer

 

Está no ar mais um post da nova seção no blog: “Eu queria ter um filho orientando assim! É aqui que você confirma sua aptidão nata se informa sobre algumas possibilidades de pesquisa com as quais pode se dedicar em seu destemido Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A ideia dessa seção é indicar temáticas pouco exploradas no âmbito da Biblioteconomia e Ciência da Informação dentro dos meus interesses de pesquisa.

Estou para dizer que os alunos que conseguem melhor desempenho são aqueles que escolhem temáticas de TCC que despertam seu interesse, assuntos com os quais gostam de discutir com colegas de curso, professores, ou mesmo temas que despertam sua curiosidade. As vezes a ideia pode surgir de algo que, a princípio, não tenha nada a ver com a área e simplesmente imergir de algo que goste.

Redes sociais temáticas que abordam assuntos ou interesses específicos têm demonstrado cada vez mais crescimento e já existem para todas as tribos e hábitos. A diversidade é grande e seja com fins acadêmicos e profissionais ou de lazer e entretenimento há uma rede formada com pessoas compartilhando experiencias e gostos em comuns. Ou seja, se você é fissurado em música, leitura, moda, viagens ou o mundo dos negócios, mercado e questões educacionais, há de ter um lugar com outros que dedicam parte do tempo a partilham das suas mesmas afinidades.

Um delas, voltada para os “cinéfilos” e os que não perdem uma premiação do Oscar curtem de leve assistir e discutir os filmes e séries de TV, é o Filmow. As redes sociais na internet tem sido cada vez mais consideradas ambientes ricos em trocas informacionais com fluxos intensos de comunicação e interação, e portanto, bons objetos de estudos para a área de Biblioteconomia e Ciência da Informação.

E no caso de dispositivos informacionais como o Filmow, além de análises de redes sociais, de comportamento informacional ou estudos de usuários (visando compreender uma análise da apropriação que os sujeitos fazem e das ações de informação de executam), podia-se estreitar o diálogo com a área de Biblioteconomia e pensar em explorar, por exemplo, os “filmes que todo bibliotecário deveria ver“. Isso ajudaria a dialogar o estudo com elementos de percepção sobre o campo, o profissional ou questões que envolve sua formação ou atuação.

Vou contar pra vocês, nunca vi nenhum TCC sobre isso, se por acaso, assim, como se nunca tivesse lido sobre isso no meu blog  quem nasceu pra realizar esse tipo de estudo, um aluno me procurasse com uma ideia dessas eu diria: ahhh como eu “Queria ter um orientando assim”.

Quem sabe aparece…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s